1 de dezembro de 2010

Mãe de UTI

Demorei para escrever sobre isto, mas acho importante registrar o que é ser "mãe de UTI Neo" para que futuras mães de múltiplos possam se preparar para este momento.
Desde o início da gravidez eu sabia que possivelmente meus bebês precisariam passar pela UTI, fiz de tudo para minimizar nossa permanência fazendo uma boa dieta durante a gestação para evitar hipertensão, diabetes e para que os bebês pudessem se desenvolver mais rápido tomei corticoide, ômega 3, vitaminas, proteínas, evitei todo o stress possível, mas como toda gestação múltipla a chance de não irmos para UTI era muito remota, principalmente quando os médicos decidiram interromper nossa gestação em 34,2 semanas.
Apesar de saber o que me esperava ainda foi pouco o meu preparo para este momento.Ser mãe de UTI não é fácil e são poucas as pessoas que estão ao nosso redor conseguem perceber isto.
  • Primeiro é o choque de chegar no quarto e ter um monte de pessoas te visitando e nenhum bebê para a gente acalentar. Até estranhos entravam no nosso quarto curiosos para ver trigêmeos, e era frustante falar que eles estavam na UTI. 
  • Segundo, é chegar na UTI, um ambiente tenso, cheio de aparelhos apitando, cheio de profissionais atentas, um monte de mãe desamparada, e milhares de protocolos de conduta dentro deste ambiente. Não sabemos o que fazer ficamos com medo de tudo e assustadas, doidas para pegar o bebê e sair correndo dali.
  • Terceiro choque é se deparar com o seu filho em uma incubadora cercado de aparelhos, sensores, sondas, e todo furado por soros que em adulto já dá aflição então imaginem em bebês com menos de 2 kgs, muitas vezes até menos de 1 kg. É muita judiação para estes seres tão indefesos, e depois de ver isto tudo a mãe só sente uma coisa...culpa: "por quê não enfiam estas agulhas e sondas na gente (mãe), não faça isto com meus filhos". 
  • Ah, detalhe além deste choque todo a mãe desce para UTI normalmente no mesmo dia, com os pontos da cesária ainda latentes. Os curiosos que me viam andando no hospital de um lado para o outro entre o quarto e a UTI falavam sempre no resguardo, então o quarto ponto é que mãe de UTI não tem resguardo! Não existe dor que pare esta mãe, não existe recomendação que tire dela o desejo de ficar cada instante com seu filho, mesmo que seja para olhá-lo por uma parede de trasparente da incubadora. 
  • Além de tudo isto, mãe de UTI ainda tem que ouvir perguntas e comentários de outras pessoas que não tem noção o tanto que uma mãe de UTI está fragilizada por dentro apesar de parecer forte por fora, comentários como: quando o seu filho sairá da UTI, o que ele tem, quanto tempo seu filho está na UTI, se vc tem leite suficiente para amamentá-los...meu Deus porque estas pessoas não aprendem a ficar caladas?! Será que elas tem noção que tem bebês que estão lá a meses, será que elas tem noção que eles não são bichos numa gaiola e que se estão lá é porque precisam de apoio médico, será que estas pessoas não percebem que o toque e o contato físico de uma mãe de UTI é muito menor do que uma mãe normal, temos dificuldade de pegá-los porque são tantos fios e muitas vezes isto faz com que a produção de leite nem consiga ser estimulada
  • E outras particularidades como, mãe de UTi não coloca seu filho para dormir, mas sim "guarda" se filho numa incubadora, perdemos um pouco a naturalidade de um contato físico com eles. E muitas mães ficam com medo de tirar seus filhos da incubadora e abraçá-los cheios de fios os separando, parecem tão frágeis...e são, mas com o contato e carinho da mãe se tornam fortes e entendem quando o chamamos para ir para casa, então tentem não deixar que a distância da incubadora e fios os separem, beijem, abracem, toquem nos seus filhos mesmo com a voz, eu conversava muito com eles bem no pé do ouvido, pedia para eles serem bonzinhos e comerem tudo para ficar forte e ir para casa. Deu certo!
Então futuras mães de UTI se eu puder recomendar algo seria aumente sua "proteção" contra todas estas possíveis interferências, tente ver o lado bom de uma UTI como: é um momento de aprendizado, principalmente para as mães de primeira viagem, onde estamos cercados de bons profissionais que te ensinam tudo, a dar banho, trocar de fralda, amamentar; talvez a gente fique o tempo necessário para ter segurança de levá-los para casa com saúde, mas nunca se esqueçam de tentar minimizar esta falta de intimidade tentando não ter medo de pegar seu filho na incubadora, passar muitas horas com eles no colo ou com a mão sobre eles, conversar com os bebês explicando porque estão lá e que logo estarão em casa, tentem criar este momento a dois com eles mesmo que tenham tantas interferências externas, quando vocês forem para casa com seus filhotes será maravilhoso e a alegria e recuperação deles é enorme dia-a-dia. Tudo é uma questão de tempo, tente se isolar do mundo por alguns dias e curta este momento de forma mais positiva e íntima possível.
 Pulseiras do Poder de Mãe
 Nicolas gostoso tomando banho de Luz
 Sofia nossa Princesa
Vinicius nosso guerreiro

3 comentários:

  1. Menina heroína você venceu mais esta batalha, agora, apesar de momentos de insegurança e muita exaustão a alegria tende a aumentar a cada dia.Imagine só os primeiros sorrisos, o primeiro dia que eles disserem mamãe, abraços e primeiros passinhos! Sucesso para vocês, saúde, amor e paz sempre! Parabéns pelos bonitos, instrutivos e emocionantes textos do seu blog.Abraço em todos!

    ResponderExcluir
  2. compre desse site http://www.mercadozets.com.br/ e gostei o site entrega rapido e com nota fiscal e garantia

    tem berço eletronicos celulares tv notebook computador acessorios para carros brinquedos artigos infantis e muito mais

    ... tem mais de 2000 produtos
    ... ... ... ... ... ... ... ...
    CERCADO DE BEBE

    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?texto=Cercado&IDCategoria=110

    artigos para bebe/infantil
    http://www.mercadozets.com.br/ListaProdutos.asp?idCategoria=110

    ResponderExcluir
  3. É exatamente isso q estou passando agora , parece q foi escrito por mim!

    ResponderExcluir
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...