31 de dezembro de 2010

Feliz Ano Novo - Retrospectiva

Na virada do ano de 2009 para 2010, eu e meu marido fizemos dois pedidos: pedimos saúde e que Deus nos desse a benção de ter um filho. Há três anos que eu pedia isto, mas só este Ano é que meu marido pediu também, e a nossa benção foi triplicada. É lógico que contamos com a ajudinha de algumas pessoas como a Dra Mychelle e a cegonha Clair, além dos conhecimentos de estatística do meu pai (rs), e felizmente eu fui agraciada com estes três presentes maravilhosos.
E assim foi o ano de 2010, o Ano mais maravilhoso de toda minha vida, e olha que já vivi muitas realizações, mas nada se compara a emoção de ter três filhos.
Não vou mentir e dizer que tudos são flores, são altos e baixos, mas se fosse fácil não seria tão precioso. Não foi fácil a gravidez e não está sendo fácil agora, mas ver o rostinho de três gostosuras que vencem um obstáculo por dia não poderia ser mais emocionante. A emoção não é só minha é do pai também que é um belíssimo pai, participativo, amoroso e valente, porque precisa ser forte para se adaptar a tantas mudanças, e como sempre, ele faz isto melhor do que eu.

Estes bebês transformaram nossas vidas: mamãe passou a ser mãe em tempo integral, papai que não sabia o que era ser pai aprendeu no primeiro dia de vida de vocês, vovó Lucrecia aprendeu a dirigir para poder nos ajudar com vocês e fica noites em claro para me ajudar nas mamadas, vovô Lutero e Belinha emprestaram a vovó em tempo integral, Tia Carol e Alice ligam todo dia para saber como vocês estão, Vovó Tereza costurou todo o enxoval lindíssimo de vocês, Vovô Brandão cuidou de todo os registros e burocracias para vocês serem cidadãos, além da ajuda e carinho de todos os familiares e amigos que mandaram um monte de presentes para vocês - todos os presentes muito bem-vindos já que sustentar três não é fácil não.

Por toda esta graça e por poder dividir tanta felicidade com vocês, é que desejamos a todos que acompanham nosso blog um Ano Novo repleto de realizações assim como foi o nosso e que continuem nos acompanhando nesta jornada de muito amor e emoção. Amamos todos vocês!

Mensagem de Final de Ano do Vovô

Meus Bebês, olha a mensagem de Final de Ano que Vovô mandou para os amigos:

Aos meus amigos um feliz 2011 – Botafoguenses nascem assim, prontos para torcer, não importando o resultado. O resultado pode ser assim: inesperadamente maravilhoso.

Vovô com Vinicius, Nicolas e Sofia

29 de dezembro de 2010

Nossa Pediatra Mirim

Hoje recebemos a visita da nossa pediatra, Dra. Rachel e da sua assistente, Bia. 
Bia tem 8 anos mas já mostra desenvoltura para seguir os passos da mãe e do Avô, que é o Pediatra mais renomado de Natal e foi quem cuidou do Vinicius no dia do nascimento.Temos o privilégio de ser assistido por três gerações. E Bia é uma assistente de mão cheia, tira nossas medidas, nos dá mamadeira, e cuida com muito carinho da gente e já até vigia a mãe. 

Nosso desenvolvimento está excelente: Vinicius - 4.700 g; Nicolas - 3.630g e Sofia - 4.140g

Mas ainda não recebemos alta para visitas e passeios, segundo a médica todo cuidado ainda é pouco, principalmente depois da gripe da Sofia. Ela poderia ter sido internada na UTI de novo, ainda bem que nossa gostosinha conseguiu evoluir bem.


Bia e Vinicius, nossa pediatra mirim, que vem fazer nossas consultas em casa (nossa primeira consulta)


Nossa segunda consulta. Bia com Nicolas.

Nicolas com 2 meses, depois da refeição.

Vinicius com 2 meses

Sofia com 2 meses, adora a visita da Tia Rachel e Bia - Pediatra

Nosso aniversário de 2 meses

Vovó com o Nicolas, mamãe com a Sofia e papai com o Vinicius no nosso niver de 2 meses (29/12/2010)
Hoje foi nosso segundo "mensário" de vida. Mamãe ainda arranjou tempo para preparar este bolo de limão. Que delícia!
Amamos nossa família!

27 de dezembro de 2010

O mamador

 Nicolas trocou o chip e resolveu ser "o mamador". Olha como ele está ficando gatíssimo!
Nicolas com chip antigo de não querer mamar
Nicolas com novo chip de mamador

Nicolas com novo chip de mamador

Nicolas com novo chip de mamador: sou muito gato!

Nicolas com novo chip de mamador

Nicolas na sua pose predileta!

Nicolas conversando com a mãe

Nosso primeiro Natal

Foi nosso primeiro Natal com o trio e digamos o Natal mais atípico que já tivemos, um Natal de muito trabalho e pouco tempo para ceiar e abrir presentes. Tivemos a companhia dos avós maternos que trabalharam sem parar, este trio mobiliza a casa inteira.

Apesar do cansaço ficamos muito felizes em saber que seria o primeiro Natal com os três bebês que nos trarão muitas alegrias nesta data.

Amamos nossos bebês!
Nossa árvore cheia de brinquedos

Vovô fazendo nossa ceia predileta

Presente do Nicolas

Presente da Sofia

Presente do Vinicius

O reencontro II

Depois da prisão de ventre veio o resfriado da Sofia, mas alguns podem se perguntar: "mas como se eles não recebem visita e não saem de casa?!" Pois é, tenho três vasos de cristais, porque sairam uma única vez para fazer o teste do olho e foi suficiente para ela voltar doente, imagina se tivessem contato com outras pessoas!!!

Foram duas semanas de sofrimento, porque primeiro tivemos que separá-la dos irmãos, segundo não podíamos dar remédios, e terceiro porque não temos um contingente de babás para ajudar nestas horas. O resultado foi muito sofrimento para Sofia e muito cansaço para os pais e a avó, pois precisava sempre um ficar exclusivo com ela. Ela ganhou um quarto só para ela com direito a berço provisório e adaptado para ajudar a soltar a secreção (usamos travesseiros para criar um desnível como se fosse um berço anti-refluxo). Coitadinha da minha princesa sofreu com nariz entupido, usamos o Salsep/Sorine para ajudar a desintupir o nariz e aspiramos com o auxílio de um aspirador nasal da Nuk (vale a pena comprar para estas emergências), usamos nebulizador com Fluibron e soro, e na segunda semana apelamos para um xarope fitoterápico que ajudou a soltar o catarro dos pulmões.

Agora cuidados redobrados pois só nós sabemos o que é cuidade de filho doente com outros filhos na casa, morriamos de medo dos outros ficarem doentes também. Como diz a pediatra, todo o cuidado é pouco para bebês prematuros. Agora sim a família toda acredita!

E hoje depois de duas semanas de isolamento, finalmente Sofia reencontra os irmãos, estávamos com medo deles não se adaptarem com a presença dela, porque ela não chora ela grita e porque ela estava sendo tratada como filha única talvez fosse sentir muita a minha falta, principalmente a noite que se alimentava somente com leite materno, mas graças a Deus foi exatamente o contrário. Ela ficou bem tranquila e feliz ao lado dos irmãos, ficou procurando o chamego do Vinicius no berço da manhã que fica na varanda, onde eles tomam banho de claridade.

Amo meus bebês!

O dia de ir ao oftalmologista. Sofia está com o look feito a mão pela vovó Tereza e calcinha estilo bundinha rica da Tia-avó Socorro.

Vejam o Look do Vinicius (Man of your Dreams)

Sofia já doente fazendo nebulização no quartinho do isolamento

Papai dançando forró com Sofia ainda dodói

Sofia no berço improvisado no quarto isolado dos irmãos

Sofia bem molinha com a companhia da bolsa térmica (presente do Tio Wolfgang direto da Alemanha)


Sofia já começando a melhorar, o berço dela era mil e uma utilidades, até um trocador improvisado foi providenciado

Sofia acompanhada do boneco da torcida baby Botafoguense
Os meninos sem a Sofia, se preparando para a festa do pijama no quartinho deles, apreveitaram para fazer a festa

Finalmente o reencontro! Sofia chamegando os irmãos

Sofia, Vinicius e Nicolas - não é uma delícia?!

18 de dezembro de 2010

O dilema da amamentação II

Fiquei tanto tempo sem conseguir entrar no blog que nem percebi que postei uma mensagem em branco. O tempo é algo precioso para todos mas para mim é ainda mais. Estas duas últimas semanas foram muito movimentadas porque além do ritmo frenético das mamadas que continuam de 3 em 3 horas, mas que apesar de dizerem que com o tempo ela vai espaçando, no meu caso parece que está é reduzindo para cada 2 1/2 horas, e não pensem que o volume de leite não está aumentando, aumenta e muito. Estes bebês estão umas feras!!! Meu marido diz que quando eles receberem alta para visitas e passeios, sairam de casa andando e falando. Realmente eles cresceram muito e estão ficando gordinhos como os bebês recem-nascidos que nascem a termo.


O dilema (parte II) é que tudo que acontece com eles é culpa da falta do leite materno, segundo os pediatras. Bom nestas duas últimas semanas, todos os bebês tiveram prisão de ventre foi de dar dó ver os meus filhos gritando de dor, primeiro o Nicolas, depois Vinicius e por último Sofia, que sofreu menos mas sofreu. A pediatra falou que a culpa é do leite complementar, porque se fosse somente leite materno não aconteceria isto. E lá vai a mãe se martirizar de culpa por não conseguir dar leite suficiente, corremos atrás de doadores e bebi mais líquido, doce e chá de erva doce para ver se ajudava a produzir mais leite...é puro desespero mesmo. Trocamos os leites para ver se ajudava mas não mudou muito. Parece que agora as coisas melhoraram um pouco, somente um bebê ainda está meio traumatizado, mas estou dando atenção especial para ele, e reservo mais leite materno para que ele consiga se adaptar ao leite artificial afinal meu leite não sustenta eles muito tempo.

Mas como sempre quero ajudar futuras mães de múltiplos, é bom saber algumas alternativas como deixar um supositório de glicerina na maletinha de remédios deles, porque na urgência ajuda muito. Apesar de que pediatras não podem saber disto. Outra dica que não sei se é verdade ou não, mas eu estou aplicando é usar a funchicória, dou uma tampinha misturada com o leite materno, todos os dias, falaram que ela alivia a cólica e solta o intestino, se é verdade ou não eu não sei dizer, mas eu aplico.E fazemos muitas massagens na barriga deles e usamos bolsa térmica também. Outra dica é ter chupetas para controlar o trio na hora do sufoco, apesar dos pediatras contra indicarem, não tem nada melhor. É melhor o vício da chupeta do que o de chupar dedo, pois eles acabam arranjando um jeito de se acalmar com os dedinhos. Os pediatras que me perdoem mas temos que ser realistas, mães de múltiplos não podem se dar ao luxo de seguir o manual da perfeição! E nem sei quem inventou estas regras, provavelmente alguém que nunca teve múltiplos (rs).


Nicolas chorando
Vinicius e Sofia com a chupeta.

Vinicius aprendendo a ser independente, daqui a pouco ele mesmo irá preparar sua mamadeira.


Amo meus bebês!

6 de dezembro de 2010

É muita paixão

É impressionante como existe uma ligação entre os três irmãos, mas Sofia e Nicolas possuem uma ligação muito forte que vem desde a barriga, pois os dois dividiram o mesmo lado da barriga por algum tempo até um dia que Nicolas desceu.
Na UTI eles ficaram separados mas foi só chegar em casa que o reencontro aconteceu e começaram a conversar novamente. Nicolas responde a todos os gritos, gemidos e conversas de Sofia, e até o choro dos dois parece igual.
É muito bom ver a sintonia destes irmãos que não podem se ver que começam a interagir, ainda que um pouco de brutalidade, as vezes, mas o olhar deles é sempre de amor e felicidade quando se encontram no berço.
Sofia é sempre o elo de ligação deles, acho que é porque ela é mais comunicativa, adora ouvir uma conversa, presta atenção em tudo, e se falar com ela então não pára mais de responder com "é...é...é" A coisa mais fofa minha Sofia Fifi.
 
Os três serão muito unidos!

Amo meus bebês





Sofia e Vinicius










3 de dezembro de 2010

O reencontro

Passamos 34 semanas dividindo a barriga da mamãe, derrepente nos separam da mamãe e um dos outros na UTI, foram 16 dias separados, agora ninguém mais irá nos separar, pois nós nos amamos muito.

Amamos nossos pais também!
No centro cirúrgico (29/10/10) primeiro dia do nosso reencontro fora da barriga da mamãe (Dra. Aletsandra com Nicolas, Dra Rachel com Sofia e Dr. Ney com Vinicius)

 
Primeiro dia que os três bebês se reencontrara no quarto da maternidade com a mamãe. Vinicius foi liberado dia 09/10, Sofia dia 10/10 e ia 13/10/10 Nicolas recebeu alta da UTI.


Primeiro dia que eles se reencontraram depois do nascimento (na cama do quarto do hospital)
Primeiro dia do reencontro no berço e em casa no dia 15/10/2010 (Vinicius, Nicolas, Sofia)
Primeiro banho de claridade na varanda de casa (17/10/2010) com a roupinha da Tia Larissa e Tio Guilherme, pais da Julia (Sofia, Nicolas e Vinicius)
Os meninos não aguentam o grito da Sofia (Sofia, Vinicius, Nicolas)
Vinicius, Sofia e Nicolas

Nossos anjinhos (Vinicius, Nicolas, Sofia)

Sofia, Nicolas e Vinicius
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...